sábado, 19 de maio de 2012

Liturgia Diária - Evangelho, Salmo e Santo do dia

São Bernardino de Sena

 

20 de maio

Na Itália, Bernardino nasceu na nobre família senense dos Albizzeschi, em 8 de setembro de 1380, na pequena Massa Marítima, em Carrara. Ficou órfão da mãe quando tinha três anos e do pai aos sete, sendo criado na cidade de Sena por duas tias extremamente religiosas, que o levaram a descobrir a devoção a Nossa Senhora e a Jesus Cristo.

Depois de estudar na Universidade de Sena, formando-se aos vinte e dois anos, abandonou a vida mundana e ingressou na Ordem de São Francisco, cujas regras abraçou de forma entusiasmada e fiel. Apoiando o movimento chamado “observância”, que se firmava entre os franciscanos, no rigor da prática da pobreza vivida por são Francisco de Assis, acabou sendo eleito vigário-geral de todos os conventos dos franciscanos da observância.

Aos trinta e cinco anos de idade, começou o apostolado da pregação, exercido até a morte. E foi o mais brilhante de sua época. Viajou por toda a Itália ensinando o Evangelho, com seus discursos sendo taquigrafados por um discípulo com um método inventado por ele. O seu legado nos chegou integralmente e seu estilo rápido, bem acessível, leve e contundente, se manteve atual até os nossos dias. Os temas freqüentes sobre a caridade, humildade, concórdia e justiça, traziam palavras duríssimas para os que “renegam a Deus por uma cabeça de alho” e pelas “feras de garras compridas que roem os ossos dos pobres”.

Naquela época, a Europa vivia grandes calamidades, como a peste e as divisões das facções políticas e religiosas, que provocavam morte e destruição. Por onde passava, Bernardino restituía a paz, com sua pregação insuperável, ardente, empolgante, até mesmo usando de recursos dramáticos, como as fogueiras onde queimava livros impróprios, em praça pública. Além disso, como era grande devoto de Jesus, ele trazia as iniciais JHS – Jesus Salvador dos Homens – entalhadas num quadro de madeira, que oferecia para ser beijado pelos fiéis após discursar.

As pregações e penitências constantes, a fraca alimentação e pouco repouso enfraqueciam cada vez mais o seu físico já envelhecido, mas ele nunca parava. Aos sessenta e quatro anos de idade, Bernardino morreu no convento de Áquila, no dia 20 de maio de 1444. Só assim ele parou de pregar.
Tamanha foi a impressão causada por essa vida fiel a Deus que, apenas seis anos depois, em 1450, foi canonizado. São Bernardino de Sena é o patrono dos publicitários italianos e de todo o mundo.

São Bernardino de Sena, rogai por nós!



Leitura dos Atos dos Apóstolos . (1,1-11)

Ano B – Dia: 20/05/2012
Jesus foi levado aos céus, à vista deles
Leitura dos Atos dos Apóstolos 1,1-11

1No meu primeiro livro, ó Teófilo,
já tratei de tudo o que Jesus fez e ensinou,
desde o começo,

2até ao dia em que foi levado para o céu,
depois de ter dado instruçðes pelo Espírito Santo,
aos apóstolos que tinha escolhido.

3Foi a eles que Jesus se mostrou vivo
depois da sua paixão, com numerosas provas.
Durante quarenta dias, apareceu-lhes
falando do Reino de Deus.

4Durante uma refeição, deu-lhes esta ordem:
‘Não vos afasteis de Jerusalém,
mas esperai a realização da promessa do Pai,
da qual vós me ouvistes falar:

5`João batizou com água;
vós, porém, sereis batizados com o Espírito Santo,
dentro de poucos dias”.

6Então os que estavam reunidos perguntaram a Jesus:
‘Senhor, é agora que vais restaurar
o Reino em Israel?’

7Jesus respondeu:
‘Não vos cabe saber os tempos e os momentos
que o Pai determinou com a sua própria autoridade.

8Mas recebereis o poder do Espírito Santo
que descerá sobre vós, para serdes minhas testemunhas
em Jerusalém, em toda a Judéia e na Samaria,
e até os confins da terra’.

9Depois de dizer isto,
Jesus foi levado ao céu, à vista deles.
Uma nuvem o encobriu,
de forma que seus olhos não mais podiam vê-lo.

10Os apóstolos continuavam olhando para o céu,
enquanto Jesus subia.
Apareceram então dois homens vestidos de branco,

11que lhes disseram: ‘Homens da Galiléia,
por que ficais aqui, parados, olhando para o céu?
Esse Jesus que vos foi levado para o céu,
virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu’.

Palavra do Senhor.



Foi levado ao céu e sentou-se à direita de Deus. Mc 16,15-20

Ano B – Dia: 20/05/2012

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 16,15-20

Jesus se manifestou aos onze discípulos,

15e disse-lhes:
‘Ide pelo mundo inteiro
e anunciai o Evangelho a toda criatura!
16Quem crer e for batizado será salvo.
Quem não crer será condenado.
17Os sinais que acompanharão
aqueles que crerem serão estes:
expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas;
18se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal
não lhes fará mal algum;
quando impuserem as mãos sobre os doentes,
eles ficarão curados’.
19Depois de falar com os discípulos,
o Senhor Jesus foi levado ao céu,
e sentou-se à direita de Deus.
20Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte.
O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra
por meio dos sinais que a acompanhavam.

Palavra da Salvação.



Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Sl 46

Ano B – Dia: 20/05/2012
R. Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.
2Povos todos do universo, batei palmas,
gritai a Deus aclamações de alegria!
3Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo,
o soberano que domina toda a terra.

R. Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.

6Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.
7Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa,
salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!

R. Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.

8Porque Deus é o grande Rei de toda a terra,
ao som da harpa acompanhai os seus louvores!
9Deus reina sobre todas as nações,
está sentado no seu trono glorioso.

R. Por entre aclamações Deus se elevou,
o Senhor subiu ao toque da trombeta.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espirito Santo, como era no principio, agora e sempre . Amém!

0 comentários :