quarta-feira, 27 de junho de 2012

Liturgia Diária - Evangelho, Salmo e Santo do dia

Leitura . (2 Reis 22,8-13; 23,1-3)

Ano B – Dia: 27/06/2012
Leitura do Segundo Livro dos Reis 

8 O sumo-sacerdote Helcias disse ao secretário Safã: ’Achei o livro da Lei na casa do Senhor!’ Helcias deu o livro a Safã, que também o leu.

9Então o secretário Safã foi à presença do rei e fez-lhe um relatório nestes termos: ’Os teus servos juntaram o dinheiro que se achou no templo e entregaram-no aos empreiteiros encarregados do templo do Senhor’.

10Em seguida, o secretário Safã comunicou ao rei: ’O sacerdote Helcias entregou-me um livro’. E Safã leu-o diante do rei.

11Ao ouvir as palavras do livro da Lei. o rei rasgou as suas vestes.

12E ordenou ao sacerdote Helcias, a Aicam, filho de Safã, a Acobor, filho de Miquéias, ao secretário Safã e a Asaías, ministro do rei:

13′Ide e consultai o Senhor a meu respeito, a respeito do povo e de todo o Judá, sobre as palavras deste livro que foi encontrado. Grande deve ser a ira do Senhor que se inflamou contra nós, porque nossos pais não obedeceram às palavras deste livro, nem puseram em prática tudo o que nos fora prescrito’.

23,1Então o rei mandou que se apresentassem diante dele todos os anciãos de Judá e de Jerusalém. 2E subiu ao templo do Senhor com todos os homens de Judá e todos os habitantes de Jerusalém, os sacerdotes, os profetas e todo o povo, do maior ao menor. Leu diante deles todo o conteúdo do livro da Aliança que tinha sido achado na casa do Senhor.
3De pé, sobre o seu estrado, o rei concluiu a aliança diante do Senhor, obrigando-se a seguir o Senhor e a observar seus mandamentos, preceitos e decretos, de todo o seu coração e de toda a sua alma, cumprindo as palavras da Aliança escritas naquele livro. E todo o povo aderiu à Aliança.

Palavra do Senhor.

Graças a Deus.


Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor! Sl 118

Ano B – Dia: 27/06/2012
Sl 118, 33. 34. 35. 36. 37. 40
R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!
33 Ensinai-me a viver vossos preceitos;
quero guardá-los fielmente até o fim!

R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!

34 Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei,
e de todo o coração a guardarei.

R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!

35 Guiai meus passos no caminho que traçastes,
pois só nele encontrarei felicidade.

R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!

36 Inclinai meu coração às vossas leis,
e nunca ao dinheiro e à avareza.
37 Desviai o meu olhar das coisas vós,
dai-me a vida pelos vossos mandamentos!

R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!

40 Como anseio pelos vossos mandamentos!
Dai-me a vida, ó Senhor, porque sois justo!

R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espirito Santo, como era no principio, agora e sempre . Amém!


São Cirilo de Alexandria

 

27 de junho

Cirilo nasceu no ano de 370, no Egito. Era sobrinho de Teófilo, bispo de Alexandria, e substituiu o tio na importante diocese do Oriente de 412 até 444, quando faleceu aos setenta e quatro anos de idade.

Foram trinta e dois anos de episcopado, durante os quais exerceu forte liderança na Igreja, devido à rara associação de um acurado e profundo conhecimento teológico e de uma humildade e simplicidade próprias do pastor de almas. Deixou muitos escritos e firmou a posição da Igreja no Oriente. Primeiro, resolveu o problema com os judeus que habitavam a cidade: ou deixavam de atacar a religião católica ou deviam mudar-se da cidade. Depois, foi fechando as igrejas onde não se professava o verdadeiro cristianismo.

Mas sua grande obra foi mesmo a defesa do dogma de Maria, como a Mãe de Deus. Ele se opôs e combateu Nestório, patriarca de Constantinopla, que professava ser Maria apenas a mãe do homem Jesus e não de Um que é Deus, da Santíssima Trindade, como está no Evangelho. Por esse erro de pregação, Cirilo escreveu ao papa Celestino, o qual organizou vários sínodos e concílios, onde o tema foi exaustivamente discutido. Em todos, esse papa se fez representar por Cirilo.

O mais importante deles talvez tenha sido o Concilio de Éfeso, em 431, no qual se concluiu o assunto com a condenação dos erros de Nestório e a proclamação da maternidade divina de Nossa Senhora. Além, é claro, de considerar hereges os bispos que não aceitavam a santidade de Maria.

Logo em seguida, todos eles, ainda liderados por Nestório, que continuaram pregando a tal heresia, foram excomungados. Contudo as idéias “nestorianas” ainda tiveram seguidores, até pouco tempo atrás, no Oriente. Somente nos tempos modernos elas deixaram de existir e todos acabaram voltando para o seio da Igreja Católica e para os braços de sua eterna rainha: Maria, a Santíssima Mãe de Deus.

Cultuado na mesma data por toda a Igreja Católica, do Oriente e do Ocidente, são Cirilo de Alexandria, célebre Padre da Igreja, bispo e confessor, recebeu o título de doutor da Igreja treze séculos após sua morte, durante o pontificado do papa Leão XIII.

São Cirilo de Alexandria, rogao por nós!


Como reconhecer os falsos profetas . Mt 7,15-20 


Ano B – Dia: 27/06/2012
Pelos seus frutos vós os conhecereis.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 7,15-20
 Disse Jesus aos seus discípulos:

15Cuidado com os falsos profetas:
Eles vêm até vós vestidos com peles de ovelha,
mas por dentro são lobos ferozes.

16Vós os conhecereis pelos seus frutos.
Por acaso se colhem uvas de espinheiros
ou figos de urtigas?

17Assim, toda árvore boa produz frutos bons,
e toda árvore má, produz frutos maus.

18Uma árvore boa não pode dar frutos maus,
nem uma árvore má pode produzir frutos bons.

19Toda árvore que não dá bons frutos
é cortada e jogada no fogo.

20Portanto, pelos seus frutos vós os conhecereis.

Palavra da Salvação.

0 comentários :